Tarantula – Kingdom Of Lusitania [1990]

1. Prelude to Find a Kingdom
2. Highway to Glory
3. Empire of Shadows
4. The Lost Crown
5. Earthquake (Lisbon 1755)
6. Lusitania
7. The Great Dragon
8. End of the Rainbow
9. The Saga of Sebastian, The King

 

O projecto foi criado pelos irmãos Luís e Paulo Barros, em Valadares, Vila Nova de Gaia, em outubro de 1981 sob o nome de Mac Zac, passando a Tarantula no ano seguinte, depois de dois concertos na Alemanha.

Participam em 15 de Dezembro de 1984 no Festival Heavy-Metal de Santo António dos Cavaleiros.

No ano seguinte, a formação do grupo muda totalmente mantendo-se apenas os irmãos Barros. Entram o vocalista Carlos Meinedo, o guitarrista João Wolf, o baixista José Baltazar e o teclista Serafim Paiva. No dia 10 de Outubro actuam pela primeira vez no Rock Rendez-Vous.

Depois de duas demo-tapes e vários concertos em Portugal e na Alemanha, em 1987 lançam o seu primeiro álbum, Tarantula, com a discográfica Transmedia, o primeiro disco de heavy metal português a ser editado por portugueses, que se esgotou pouco depois do seu lançamento.

Em 1989 entra Jorge Marques como vocalista do grupo, posto que mantém (2007),Serafim Paiva e João Wolf saem do grupo em 1989.

Tal êxito fez com que passassem a trabalhar com a Polygram e, em 1990, editam o álbum que os lança para a fama a nível internacional: Kingdom of Lusitania (Reino da Lusitânia).

Entretanto, entre tournées, os irmãos Barros criam a Rock’n’School, uma escola de música e de canto, e os estúdios de gravação Rec’n’Roll.

Três anos depois, editam Tarantula III.

Em 1994, entra José Aguiar para o lugar de baixista, que completa a formação tal como ela se apresenta até à data (2007).

Em 1995, lançam ‘’Freedom’s Call’’. O sucesso deste trabalho leva-os em digressão por diversos países, actuando como banda de suporte de vários grupos como, por exemplo, os Manowar, os Hammerfall ou os Gamma Ray, obtendo excelentes críticas internacionais.

Em 1996, Paulo Barros inicia uma carreira a solo, paralela aos Tarantula.

Em 1999 editam Light Beyond The Dark, pela alemã AFM Records. Mais uma vez, o sucesso leva-os a actuar também fora de Portugal, com a sua Tour Beyond the Dark e noutros espectáculos, apresentando-se em cartaz com bandas como os Stratovarius, Motorhead ou Deep Purple, concerto para o qual foram eleitos para compartir cartaz nos 2 únicos espectáculos deste grupo mítico, em Portugal.

No ano 2000, lançam o que é considerado, por muitos críticos, como o seu melhor álbum, Dream Maker, produzido por Tommy Newton, profissional prestigiado no meio ligado a este estilo musical. Desta vez actuaram com outro leque de grupos mundialmente famosos como os Rhapsody, Blaze ou Kreator, entre outros grandes nomes, com os quais já tinham actuado anteriormente.

Cinco anos depois, em 2005, sai Metalmorphosis, que mantém a produção e editora, e com o qual os Tarantula continuam a dar concertos por Portugal.

Em 2004 o baterista, Luís Barros, foi um dos responsáveis pelo som no rock in rio Lisboa.

A 5 de Junho de 2007, para celebrarem o seu 25º. aniversário, actuaram no Coliseu do Porto junto aos Helloween.

Em 2007 e 2008 os Tarantula (mais precisamente o Paulo Barros e o Jorge Marques) foram responsáveis pelo arranjo dos musicais “Peter Pan” e “High School Musical – O Musical”, que decorreu em alguns pontos de Portugal.

Anúncios

~ por Tiago Moreira em 29/04/2009.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: